Marble Surface

Serviços de Arquitectura

Processo Comum

Architecture Services

Common Process

1. First meeting

A first contact at no cost to the customer.

This meeting is for the client to present his intentions and his budget to the architect. With this information, the architect helps the client to profit from his investment by leveraging his ideas.

Here all doubts about the services will be clarified by the architect.

At this stage, the architect will present a first concept based on the information given by the clients.

It is essentially an informal and uncompromising dialogue.

 


2. Preliminary Study

At this stage, the dialogue between client and architect is more intense: based on the concept chosen in the previous phase, mock-ups and images will be elaborated that will help the client to understand the proposed project as well as to make decisions when changing it.

The architect, in this phase, will consult the different specialties and the City Council to guarantee the viability of the project.

 


3. Preliminary Design and Licensing

If the project needs approval from the City Council (or another licensing entity), this is the stage when the architect prepares all the necessary documentation.

The duration of this phase depends to a great extent on the legal requirements presented by each City Council and their response times.

 


4. Execution Project

After approval by the competent entities, the architect prepares the Execution Project, presented in the form of drawings and texts, which detail all the works necessary for the execution of the work.

It is at this stage that, in more detail, all aspects of the building, which could not have been decided before, without the guarantee of approval from the licensing entities, will be decided with the client.

With his experience, the architect will explain to the client the costs of different materials, advising him to ensure compliance with his budget, without prejudice to his idea and expectations for the work.

 


5. Preparation for adjudication

It is at this moment that the architect makes detailed measurements, discriminates the quantities of materials to be used, the types of work required and the correct way of execution. The preparation of the specifications is part of this phase.

This document constitutes a legal contract with the builders, in which all aspects to be fulfilled for the correct execution of the work are defined. This document serves to protect the customer from poorly executed works.

Only by having the specifications documents and the Quantities Maps in hand can accurate budgets be obtained for the tasks to be performed.

 


6. Collaboration in adjudication

Having the project fully defined, it is time to request a budget. In order to obtain the quotations, the architect will send the specifications to the respective entities and define time for delivery of the respective quotations.

A comparative analysis of the budgets obtained is essential in order to guarantee the best price and the best quality for the customer.

You can choose to ask for individual quotes based on the different contracts (carpentry, metalwork, electricity, sanitation, ...) or deliver the entire work to a construction company with the capacity to carry out the works necessary for the project.

Throughout this phase, the architect will give his technical opinion but the final decision will always be up to the client.

 


7. Technical Assistance and Work Monitoring

This is the phase of materializing all the work developed so far, so it is crucial that the client makes sure that the project is being respected in all its components.

For this reason, the client appoints a project manager, ideally the architect, who will be in charge of verifying the quality of the materials and the execution of the works, and the fulfillment of all signed contracts, as well as possibly providing clarification on any doubts regarding the reading of the documents. drawings, provide additional information about the project.

 

1. Primeira Reunião

 

Um primeiro contacto sem qualquer custo para o cliente.

Esta reunião serve para o cliente apresentar as suas intenções e o seu orçamento ao arquitecto. Com estas informações o arquitecto auxilia o cliente a rentabilizar o seu investimento através da potencialização das suas ideias.

Aqui serão esclarecidas quaisquer dúvidas dos serviços a serem prestados pelo arquitecto.

Nesta fase o arquitecto apresentará um primeiro conceito com base nas informações dadas pelo clientes.

Trata-se essencialmente de um diálogo informal e sem compromissos.


 

2. Estudo Prévio

 

Nesta fase o diálogo entre cliente e arquitecto é mais intensa: com base no conceito escolhido na fase anterior serão elaborados desenhos maquetes e imagens que ajudarão o cliente na compreensão do projecto proposto assim como a tomar decisões na alteração do mesmo.

O arquitecto, nesta fase consultará as diferentes especialidades e a Câmara Municipal para garantir a viabilidade do projecto.


 

3. Ante-Projecto e Licenciamento

 

Caso o projecto necessite de aprovação da Câmara Municipal (ou outra entidade licenciadora), esta é a fase em que o arquitecto elabora toda a documentação necessária.

A duração desta fase depende em muito dos requisitos legais apresentados por cada Câmara Municipal e com os seus tempos de resposta.


 

4. Projecto de Execução

 

Após aprovação por parte das entidades competentes, o arquitecto prepara o Projecto de Execução, apresentado sob a forma de desenhos e textos, onde se detalham todos os trabalhos necessários para a execução da obra.

É nesta fase que vai ser, com mais detalhe, decidido com o cliente todos os aspectos do edifício, que não poderiam ser decididos anteriormente, sem a garantia de aprovação das entidades licenciadoras.

Com a sua experiência, o arquitecto vai explicando ao cliente os custos dos diferentes materiais, aconselhando-o no sentido de garantir o cumprimento do seu orçamento, sem prejuízo da sua ideia e expectativas para a obra.


 

5. Prepraração para adjudicação

 

É neste momento que o arquitecto realiza medições minuciosas, discrimina as quantidades de materiais a utilizar, os tipos de trabalhos necessários e a forma correcta de execução. A elaboração do Caderno de Encargos faz parte desta fase.

Este documento constitui um contracto legal com os construtores, em que se definem todos os aspetos a cumprir para a execução correcta da obra. Este documento serve para proteger o cliente de obras mal executadas.

Só tendo em mãos o Caderno de Encargos e o Mapa de Quantidades se podem obter orçamentos precisos para as tarefas a executar.


 

6. Colaboração na adjudicação

 

Tendo o projecto plenamente definido é tempo de pedir orçamento para as diferentes empreitadas. De modo a obter os orçamentos, o arquitecto enviará o Cadernos de Encargos às respectivas entidades e definirá tempos para entrega dos respectivos orçamentos.

Uma análise comparativa dos orçamentos obtidos é essencial de modo a garantir o melhor preço e a melhor qualidade para o cliente.

Poderá optar-se por pedir orçamentos individuais baseadas nas diferentes empreitadas (carpintarias, serralharia, eletricidade, saneamento, ...) ou entregar a totalidade da obra a uma construtora com a capacidade de realização das obras necessárias ao projecto.

Ao longo desta fase, o arquitecto dará o seu parecer técnico mas a decisão final caberá sempre ao cliente.


 

7. Assistência Técnica e Acompanhamento da Obra

 

Esta é a fase de materialização de todo o trabalho desenvolvido até ao momento, pelo que é crucial que o cliente se certifique que o projecto está a ser respeitado em todas as suas componentes.

Por este motivo o cliente nomeia um director de obra, idealmente o arquitecto, que estará encarregado de verificar a qualidade dos materiais e a execução dos trabalhos, e o cumprimento de todos os contractos assinados, bem como eventualmente prestar esclarecimentos sobre eventuais dúvidas de leitura dos desenhos, prestar informações complementares sobre o projecto.